• É esta a beleza da literatura: imortaliza os génios para que nunca se perca a sua voz.
    Adeus. Encontramo-nos no próximo livro.